ADE-PR: Associação de Divulgadores do Espiritismo do Paraná

Especial

Marca de nascença no menino Ian é evidência a favor da reencarnação. Assista o vídeo clicando aqui.

Série André Luiz

O texto a seguir é uma síntese muito breve da obra, para obter um resumo mais detalhado clique aqui.

No mundo maior

“É indispensável adquirir sabedoria e amor”

O Assistente Calderaro, em serviço de “psiquiatria iluminada” na Crosta, aceita André Luiz (AL) como companheiro, em uma semana de trabalho. / A palavra do Instrutor Eusébio. / A Irmã Cipriana, portadora do amor divino, maternalmente reconcilia Pedro (assassino) e Camilo (obsessor). / Cândida, moribunda, teme pelo futuro da filha Julieta; Cipriana patrocina (durante o sono) casamento com Paulino. / A criança sofredora, paralítica, muda e quase cega (perseguição implacável pelas vítimas de crimes, há 2 séculos). / Marcelo, o jovem a caminho da redenção (remanescente fenômeno epileptóide). / A psicografia de Eulália e a incompreensão dos encarnados. / Cecília e o aborto terrível. / A esquizofrenia de Fabrício (fixação mental, conseqüência de crime contra a irmã, em questão de herança); seu pai volta como neto: receberá de volta os bens. / Antonina, salva do suicídio, dedica-se a crianças, triunfando o amor universalista sobre o personalista. / Antídio, ébrio contumaz, é socorrido mediante uma doença cardíaca induzida por Calderaro. / O Instrutor Eusébio fala a encarnados católicos e protestantes, durante o sono. / Alienados mentais são muitas vezes o produto de faltas graves: o desequilíbrio começa na inobservância da Lei. / No limiar das cavernas. Noções de volitação. / AL encontra seu avô Cláudio. Cipriana providencia reencarnação para ele, como filho de Ismênia, ex-irmã espoliada... / Visita ao “Lar de Cipriana”, benemérita fundação, nas zonas inferiores.

Ninguém impõe modificação no plano mental das criaturas: é fruto de tempo, de esforço, de evolução. / É indispensável a integração no dever de cada dia. / Não basta crer na imortalidade, inadiável é a iluminação de nós mesmos, elevar o coração, esquecer as ilusões da posse, vencer o véu da vaidade e o personalismo aviltante. / “Vinculai-vos, pela oração e pelo trabalho construtivo, aos planos superiores.” / No pensamento residem as causas. / “Se o conhecimento auxilia por fora, só o amor socorre por dentro.” / A condição de vítima não confere santidade. / O dinheiro não soluciona problemas fundamentais do destino. / O Senhor Todo Poderoso nos ensinou que a verdadeira liberdade é a que nasce da perfeita obediência às Suas leis sublimes, e que só o amor tem suficiente poder para salvar, elevar e remir. / A mente desvairada emite forças destrutivas e desce à região dos impulsos instintivos. / Quase sempre a prece ou o desejo íntimo, as aspirações ou petições declaradas, é a força intercessória. / O nobre costume da oração, em horário prefixado, enseja-nos vir-lhe em amparo. / O remorso é o ponto de sintonia entre o devedor e o credor. / Céu e inferno, em essência, são estados conscienciais. / Antídoto para a queda consciencial e a obsessão: o hábito da oração, o entendimento fraterno, a prática do bem e a espiritualidade superior. / A impossibilidade de uma psiquiatria sem as noções do Espírito. / Abandonemos o mal “para que não nos suceda coisa pior”. / Tal o estado mental que alimentamos, tais as inteligências, desencarnadas ou encarnadas, que atraímos. / Sexo é apenas um aspecto das multiformes permutas de amor. / Nem tudo é sexo, desejo de importância ou aspiração superior, mas tudo na vida é impulso criador. / “Por que estranhas convicções supondes conquistar o Paraíso à força de afirmativas labiais?” / “Não julgueis esteja a fé consagrada ao menor esforço. Convertamo-nos em verdadeiros irmãos uns dos outros!” / “A salvação é contínuo trabalho de renovação e de aprimoramento” / É fácil fugir ao caminho reto, muito difícil, porém, o retorno...

Veja também:

ADE-PR © 2019 / Desenvolvido por Leandro Corso