ADE-PR: Associação de Divulgadores do Espiritismo do Paraná

Especial

Marca de nascença no menino Ian é evidência a favor da reencarnação. Assista o vídeo clicando aqui.

Série André Luiz

O texto a seguir é uma síntese muito breve da obra, recomendamos a leitura da obra original.

Nos dominios da mediunidade

“Cada criatura vive na onda espiritual com que se identifica”

O Assistente Áulus recebe André Luiz e Hilário para um curso de ciências mediúnicas. / O psicoscópio. Raios vitais ou ectoplásmicos. Médiuns Raul Silva, Eugênia, Castro, Celina. / Sugestão pós-hipnótica de perseguidores. A maldição paterna. A mente subjugada pelo remorso. / A emissão mental de Clementino envolve Raul em profusão de raios, que lhe penetram 1º pelos poros. / Psicofonia consciente: médiuns falantes. / Doutrinação de Libório. Tela de gaze (condensador ectoplásmico). / Psicofonia sonambúlica: Celina recebe José Maria, desumano ex-fazendeiro. / Possessão. Mediunidade de provação. Sonambulismo torturado. / Desdobramento. Corpo astral (perispírito); duplo etérico. Castro encontra o falecido colega Oliveira. / Clarividência. Clariaudiência. / Abelardo, falecido esposo de Celina, aprendiz e colaborador. / Psicopatas desencarnados. Acompanhantes de ébrios. Inspiração viciosa. / Mandato mediúnico: Ambrosina - funil de luz à cabeça. / Passes. / Dominação telepática. Jovino, Anésia e as 3 filhas. / Mediunidade no leito de morte: Elisa visita Matilde. / Animismo. Fascinação. Xenoglossia (mediunidade poliglota). Fixação mental./ Psicometria (ler impressões e recordações ao contato de objetos). Formas-pensamentos. Jóias enfeitiçadas. Mediunidade transviada. / Efeitos físicos. Desdobramento do médium. Ectoplasma. Fluidos: A- Forças superiores, sutis, da esfera espiritual, B- Recursos do médium e companheiros que o assistem, C- Energias tomadas à natureza terrestre. Materialização e desmaterialização de objetos. / Despedida de Áulus.

A mente é a base dos fenômenos mediúnicos. Agimos e reagimos uns sobre os outros através da energia mental. A idéia é um “ser” organizado por nosso Espírito, a que o pensamento dá forma e a vontade dá movimento e direção. / É perigoso possuir sem saber usar. / Elevemos nosso conhecimento pelo estudo, e apuremos a qualidade de nossa emoção pelo exercício constante das virtudes, se aspiramos a recolher a mensagem das grandes almas. / A doença resultante de desequilíbrio moral sobrevive no perispírito. / A renovação mental é a renovação da vida. / O tempo utilizado a serviço do próximo é bênção que entesouramos. / Nos domínios do espírito, a mente superior subordina a inferior. / Não existe acaso. Não nos aproximamos uns dos outros sem razão. / Raros médiuns já se desvencilharam do passado sombrio. Mediunidade é sintonia e filtragem. / Inspiremos simpatia e elevação, nobreza e bondade. / “Amigos, pensemos no bem e pratiquemo-lo” / A palavra esclarece, o exemplo arrebata. / O que a vida começou, a morte continua. / Há dolorosas reencarnações para as almas necrosadas no vício. / Encontramos sempre o que procuramos ser. / Trabalho digno, bondade, compreensão fraterna, serviço aos semelhantes, respeito à natureza e oração constituem os melhores meios de assimilar os princípios superiores da vida. / O êxito do trabalho exige experiência, horário, segurança e responsabilidade do servidor fiel aos compromissos. / Para curar: coração nobre e mente pura, no exercício do amor, da humildade e da fé viva. / Sem recolhimento e respeito na receptividade, não conseguimos fixar os recursos imponderáveis em nosso favor. / “A icterícia e a hepatite nasceram de um acesso de cólera.” / O passe é transfusão de energias. / O Espiritismo é, simbolicamente, Jesus que retorna ao mundo. / Toda obsessão tem alicerces na reciprocidade. / Não há dor sem razão. / Aos 7 anos se firma a reencarnação. / A influência dos encarnados entre si é mui maior que se imagina. Consumimos idéias e forças uns dos outros. / Servir ao lado de superiores exige boa-vontade, disciplina, correção de proceder e firme desejo de melhorar-se. / Mediunidade não traduz sublimação e sim meio de serviço. / Nosso objetivo é reviver o Evangelho em suas bases simples e puras. / Um mandato é uma delegação de poder obtida pelo crédito moral. / “Muito se pedirá de quem muito recebeu.”

Veja também:

ADE-PR © 2019 / Desenvolvido por Leandro Corso