ADE-PR: Associação de Divulgadores do Espiritismo do Paraná

Especial

Marca de nascença no menino Ian é evidência a favor da reencarnação. Assista o vídeo clicando aqui.

Jornal Comunica Ação Espírita | 82ª edição | 11 de 2010.

Augusto de São José fala no aniversário da ADE-PR

    A solenidade que marcou o 15° aniversário da nossa instituição aconteceu no dia 31 de outubro, domingo pela manhã, tendo por local a S.E. Os Mensageiros da Paz, em Curitiba. Após a prece proferida pelo presidente da casa anfitriã, Rubens Côrrea e da fala da presidente da ADE-PR, Zélia C. Baruffi, houve a apresentação de alguns números musicais cantados pelo Coral Ísis da própria Casa. A seguir em Power Point 54 eslaides compostos por fotografias que retrataram alguns dos momentos mais marcantes na vida da instituição. Algumas destas fotos podem ser vistas nas paginas centrais desta edição. Depois usou da palavra o confrade Augusto de São José, indicado pelo presidente da Federação Espírita do Paraná para a ocasião, tendo ele traçado uma trajetória histórica do Cristianismo desde os primeiros pregadores como Estevão que foi perseguido e degolado em 64 d.C. até os dias atuais representado por uma de suas vertentes que é o Espiritismo. Recordou o trabalho maior de Jesus e sua recomendação “Ide e pregai’, as Epístolas de Paulo, a primeira e simbólica impressão da Bíblia por Guttenberg, as tentativas frustradas e sangrentas das Cruzadas e da Inquisição e seu Índex que pretendia calar a todo custo as vozes discordantes da Igreja. Seguiu pelas reações do Iluminismo com Voltaire, Rousseau, Diderot e outros combatendo o obscurantismo religioso. Foi de John Huss a Kardec e destacou a Revista Espírita como o primeiro órgão oficial de divulgação do Espiritismo no mundo. E mencionou o primeiro periódico espírita no Brasil, o “Eco D’Além-Túmulo” e depois o Reformador da FEB. Cairbar Schutel, lembrado pouco antes por ser o patrono da ADE-PR, também foi citado pelo seu pioneirismo com O Clarim, a Revista Internacional de Espiritismo e a radiofonia espírita em 1936. Depois Augusto falou do trabalho incansável do octogenário Divaldo P. Franco com seus mais de 200 livros e 50 países visitados; e Chico Xavier e seu legado para fechar enaltecendo este “Comunica Ação Espírita”. Convocou os presentes a colaborarem financeiramente com a ADE-PR, resumindo na frase: “A fé começa na boca, mas precisa passar pelo bolso para se instalar no coração”. E finalizou com a Parábola do Semeador e um poema de Castro Alves.

    Receba em casa a versão impressa do jornal Comunica Ação Espírita

    Assine agora mesmo

    ADE-PR © 2019 / Desenvolvido por Leandro Corso