ADE-PR: Associação de Divulgadores do Espiritismo do Paraná

Especial

Marca de nascença no menino Ian é evidência a favor da reencarnação. Assista o vídeo clicando aqui.

Jornal Comunica Ação Espírita | 84ª edição | 03 de 2011.

ADE-PR pode ser extinta até o final do ano

            Esta Associação está na iminência de encerrar suas atividades. A situação já não era boa, mas se tronou insustentável após o afastamento da presidente Zélia Carneiro Baruffi por motivos de enfermidade. Este Editor que já acumulava a vice-presidência, Coordenadorias Financeira, de Mídia e Integração, além de estar diretamente e sempre envolvido com os assuntos das demais áreas, viu-se obrigado a assumir também a presidência, o que, além dos prejuízos administrativos, contraria os dispositivos estatutários.

            O problema de carência humana é crônico e existe praticamente desde a sua fundação há quase 16 anos. Afora a meia centena de Associados-efetivos - e o dobro ou triplo dos ex -, bem como alguns anunciantes e assinantes que proporcionam sustentação financeira ao menos para as atividades do presente, o que se vê no Movimento Espírita é uma indiferença gritante e uma dolorosa omissão. Há simpatia verbal pelo trabalho executado, mas não a solidariedade para auxiliar a fazê-lo.

            Possivelmente um fator significativo para o fracasso prestes a se consumar seja o de não estarmos pessoalmente à altura da missão de que fomos incumbidos. Falíveis, cometemos erros, não utilizamos as estratégias apropriadas, não soubemos conquistar espaços, convencer pessoas, alcançar as realizações desejadas ou necessárias. Mas também nunca houve substitutos.

            Porém, a questão no momento não é nem saber por que isso aconteceu ao longo dos anos, mas se ainda resta possibilidade de se reverter o processo de implosão que está a caminho.

            Uma certeza existe: se não aparecer urgentemente alguém que assuma a área financeira, alguém que se proponha a efetuar as atualizações do site e a diagramação gráfica deste jornal – tarefas que podem ser realizadas dentro de casa, atrás de um computador ou ao telefone -, alguém que auxilie em eventos como Feiras do Livro e que, unidos, ajudem a desenvolver outros projetos contidos no Planejamento Estratégico e compareçam a uma reunião mensal, até o final deste ano será convocada uma Assembléia Geral de Associados para apreciar a proposta de dissolução da ADE-PR. Ao todo precisamos de cinco, apenas cinco pessoas para completar o Conselho de Administração.

            Se alguém tem algo a dizer ou fazer, que seja agora. Depois poderá ser tarde demais. Não vamos mais correr atrás. Estamos saturados de convidar novos colaboradores, pedir engajamento, mostrar necessidades, apelar para os mais diversos argumentos, suplicar sem resultado. E como cinco andorinhas solitárias não estão conseguindo fazer brilhar o sol, o destino da instituição poderá ser o seu ocaso. Restará uma lágrima!

Receba em casa a versão impressa do jornal Comunica Ação Espírita

Assine agora mesmo

ADE-PR © 2017 / Desenvolvido por Leandro Corso