ADE-PR: Associação de Divulgadores do Espiritismo do Paraná

Especial

Marca de nascença no menino Ian é evidência a favor da reencarnação. Assista o vídeo clicando aqui.

Jornal Comunica Ação Espírita | 110ª edição | 07 de 2015.

Laércio Furlan entrevistado no Diálogo Espírita

Cirurgião cardíaco e professor da Universidade Federal do Paraná, agora já aposentado de ambas as atividades, é um dos mais antigos colaboradores da Comunhão Espírita Cristã de Curitiba, fundador e ex-presidente da Associação Médico-Espírita do Paraná e Conselheiro da federativa estadual.

Na entrevista que concedeu ao programa de TV Diálogo Espírita, da ADE-PR, que foi ao ar no dia 04 de julho, falou sobre três tópicos: Experiências de Quase-Morte, aborto e ortotanásia. Sobre o primeiro tema explicou a respeito do estágio atual dos estudos e pesquisas obtidos até agora, principalmente, no Exterior. Mas ilustrou, também, com pelo menos um caso vivenciado por ele enquanto atuava como cirurgião.

Sobre a prevenção ao aborto comentou sobre os ótimos resultados alcançados pela campanha “Vida, sim à gravidez” da AME-PR e concordou com o entrevistador de que, além da educação sexual cuja incumbência maior recai sobre a família e, em menor grau, à escola e às políticas públicas, apesar da liberalidade excessiva nesta área, ainda há espaço para o investimento na transmissão de valores morais que conscientizem os jovens a disciplinar a prática sexual.

Em relação ao terceiro tema, disse que uma vez bem conceituada, a ortotanásia se sobrepõe a distanásia que pretende manter a vida a qualquer custo com profundos desgastes emocionais à família e nenhum benefício significativo a um paciente terminal, por exemplo. Todavia, a eutanásia, ativa ou passiva, deve sempre ser descartada.

Receba em casa a versão impressa do jornal Comunica Ação Espírita

Assine agora mesmo

ADE-PR © 2017 / Desenvolvido por Leandro Corso