ADE-PR: Associação de Divulgadores do Espiritismo do Paraná

Especial

Marca de nascença no menino Ian é evidência a favor da reencarnação. Assista o vídeo clicando aqui.

Jornal Comunica Ação Espírita | 117ª edição | 09 de 2016.

Dicionário do Homem de Bem

Por Wilson Czerski

Aplicou um passe. Apertou a mão do inimigo. Abençoou o estranho. Aprendeu a lição. Avisou sobre o perigo. Amou sem exigências. Acalentou o órfão. Abriu as portas do coração. Atendeu ao pedido.  Arrependeu-se do erro praticado e desculpou-se humildemente. Agilizou o auxílio. Admirou a beleza. Alimentou o pobre. Abdicou da exigência. Acenou alegremente. Ajudou sempre que possível. Assistiu o enfermo. Assobiou bela canção. Acreditou no Bem.

Beijou a amiga. Buscou sempre o melhor para o grupo. Bradou pela liberdade.

Conquistou a amizade. Criou ótimo ambiente. Correu para abraçá-lo. Caminhou a passos firmes. Compreendeu que havia errado. Chorou solidariamente a dor alheia. Chamou a pequena estranha de filha. 

Desfez o equívoco. Deu tudo o que tinha. Dedicou tempo e dinheiro. Doou sempre o melhor. Disse a verdade. Demonstrou carinho e respeito. Direcionou aos mais necessitados. Determinou que todos tinham direitos iguais.

Espalhou alegria e felicidade. Estudou com afinco. Esperou pacientemente. Escalou os degraus da virtude. Experimentou fortes emoções. Explicou inúmeras vezes. Esteve onde era preciso. Enamorou-se pelas artes. Empregou todas as forças para ajudar. Enviou mensagem de consolo. Educou os filhos muito bem. Esvaziou o coração das mágoas. Evitou um acidente. Embelezou o ambiente com seu otimismo.

Felicitou o rival. Fugiu do vício. Franqueou a entrada do necessitado. Frequentou disciplinadamente as reuniões. Facilitou a ação dos benfeitores. Festejou a vitória do amigo. 

Gostou deles desde o primeiro momento. Gravou no coração o favor que recebeu. Garantiu o auxílio. Gastou muita energia com nobre trabalho. Gerenciou o problema exemplarmente. Guiou pela mão o velhinho.

Harmonizou a família.

Impediu o assalto. Irradiou paz. Idealizou o projeto social. Irmanou-se pelo próximo. Incomodou-se com o sofrimento dela. Inquiriu a justiça. Iluminou com seu sorriso. Inspirou um belo poema. 

Jogou fora o ressentimento. Jejuou de falar mal dos outros. Julgou seus próprios atos. Jorrou recursos aos menos favorecidos.

Levantou-o de imediato. Lamentou a triste ocorrência. Livrou-a de algo pior. Leu para o deficiente visual. Louvou a beleza da vida. Lastimou e engano. Lavou toda a sujeira. Lembrou de pedir desculpas. Libertou o pobre pássaro. Lutou contra os próprios defeitos. Ligou preocupada com o seu bem-estar. Lucrou mesmo perdoando aquela dívida.

Memorizou todas as lições. Marchou sempre com coragem. Modificou seus hábitos para melhor. Manifestou o desejo de apoiar a boa iniciativa. Mergulhou de corpo e alma no projeto do grupo espírita. Mereceu tudo o que conseguiu. Matriculou-se para o novo curso. Mitigou a dor alheia. Moveu montanhas só para vê-los felizes. Motivou a todos com seu otimismo contagiante.

Negou-se a acobertar o crime. Nasceu para servir. Noticiou coisas boas. Neutralizou todas as discórdias. Nomeou até os mais humildes.

Obrigou-se a ser mais tolerante. Ouviu pacientemente. Organizou tudo esplendidamente. Ornamentou com graça e leveza. Orientou com segurança e lucidez.

Participou ativamente da tarefa. Providenciou o socorro imediato. Permitiu o atendimento de todos. Procurou sempre ajudar. Priorizou os mais carentes. Postou uma mensagem contendo a verdade. Prometeu contribuir quanto possível. Praticou o bem sem olhar a quem. Pacificou aquele coração aflito de mãe. Pediu que o perdoassem. Premeditou aquela boa ação.

Quis apoiar desde o início. Quebrou o gelo do primeiro contato.

Sentiu profunda gratidão pela vida. Semeou a boa palavra por onde passou. Sorriu bondosamente. Sacrificou-se pelos outros inúmeras vezes. Superou todas as dificuldades. Seguiu à risca às recomendações dos Benfeitores. Sugeriu melhorias em várias áreas. Sossegou os presentes com uma prece. Socorreu o infortunado. Substituiu a severidade pela complacência. Saiu das sombras dos erros.

Trazia um sorriso de esperança nos lábios. Temperou a palestra com tiradas de bom humor. Trabalhou incansavelmente no Bem. Testemunhou a fé espírita destemidamente. Trocou o mal pelo bem. Transitou serenamente sob as mais duras tempestades provacionais. Tirou uma cédula do bolso e passou ao necessitado. Teve uma alegria súbita ao revê-lo. 

Uniu todos em torno da boa tarefa. 

Valeu-se das posses para ajudar. Vigiou o doente carinhosamente a noite toda. Venceu ásperas dificuldades. Voluntariou-se abnegadamente. Verbalizou os melhores sentimentos. Verificou todas as possibilidades de ser útil. Verteu muitas lágrimas pelos sacrifícios aos semelhantes. 

Zelou pelo bom andamento de todas as atividades beneficentes. 

Receba em casa a versão impressa do jornal Comunica Ação Espírita

Assine agora mesmo

ADE-PR © 2019 / Desenvolvido por Leandro Corso