ADE-PR: Associação de Divulgadores do Espiritismo do Paraná

Especial

Marca de nascença no menino Ian é evidência a favor da reencarnação. Assista o vídeo clicando aqui.

Jornal Comunica Ação Espírita | 124ª edição | 11 de 2017.

Um de cada dez espíritas já leu mais de 200 livros, é o que revela pesquisa

Sem subestimar a inteligência de nossos leitores, pois que bem bastaria indicar o assunto e onde encontrar todas as informações, a verdade é que consideramos a oportunidade de adiantar alguns dos resultados publicados no blog de Ivan Renê Franzolim para despertar mais intensamente o interesse de muitos para, realmente, consultar a totalidade, bem como a de outros tantos, para refletir sobre números específicos.

A 3ª Pesquisa Nacional para Espíritas foi realizada entre os dias 1º e 31 de julho e, como das vezes anteriores, em 2015 e 2016, por iniciativa pessoal do companheiro paulista, embora ele componha os quadros da ADE-SP.

Foram propostas 44 questões, divididas em seis sessões, a saber: Perguntas sobre você; Para estudantes de Cursos Espíritas; sobre a maneira de entender o Espiritismo; Perguntas para Frequentadores; e Perguntas para Trabalhadores. Ao todo, utilizando-se da internet e redes sociais, foram obtidas 2616 respostas, de 451 cidades de todos os estados brasileiros.

Sem prejuízo da íntegra da pesquisa, vamos aos extratos que julgamos mais relevantes por tratarem de aspectos gerais e não de especificidades como as atividades dos centros espíritas, embora alguns destes possam figurar já aqui. 

De modo geral, citaremos somente a opção mais significativa para cima ou para baixo. Em alguns casos, porém, incluímos os demais. Se não, vejamos.

Do total de pesquisados, 64,7% foram do sexo feminino; 29,8% na faixa etária dos 51-60 anos e 25,4% entre 41-50; 60,5 % casados; 24,8% com 11 a 20 anos de Espiritismo e igual porcentual para aqueles com mais de 30 anos. No quesito formação escolar, 41,3% com curso superior e dentre estes, mas sempre em relação ao total, 33,2% com pós, mestrado e doutorado. Quanto à faixa de renda, prevaleceu os de 4 a 10 salários-mínimos com 33,3%; de 2 a 4SM foram 26,8% e até 2SM, 16,8%.

Destaques nas respostas. Respondentes sem filhos foram 43,2%; com filhos acima de 12 anos, 23,1% destes consideram-se espíritas, mas não frequentam grupos de Mocidade. Livros lidos (pelos respondentes): a maioria (16,5%) já leu entre 21 a 30; mas 14,4% leram de 51 a 100; 8,9% de 101 a 200 e 9,9% leram mais de 200. Curiosidade: o título mais lido não é nem O Livro dos Espíritos (o 2º) nem O Evangelho Segundo o Espiritismo (3º), mas Paulo e Estevão. Leitores regulares de periódicos espíritas: somente 4,8% são assinantes; 24,9% não leem jornais ou revistas regularmente. Oitenta e três fizeram algum curso no centro espírita.

Agora a percepção dos pesquisados – mencione-se aqui que 67,5% deles se disseram trabalhadores e/ou dirigentes enquanto os demais 32,5% eram apenas frequentadores – sobre pontos doutrinários e o Movimento Espírita: para 68% a aceitação das ideias espíritas na sociedade está evoluindo razoavelmente e 12,7% acham que está estagnada ou avançando vagarosamente.

O Espiritismo deve ser seguido como filosofia ou ciência para 57,7% e como religião por 36,6%. A ideia que têm sobre o destino imediato à desencarnação é a seguinte: para um hospital ou colônia de assistência – 38,5%; para o umbral – 20%; encontrar amigos e parentes em cidades espirituais – 15,4%; irão dormir por algum tempo – 10,4%.

Quanto à transição planetária, levara mais de 100 anos para 24,8%; entre 50 e 100 anos, são 22,4%; entre um e 10 são 8,6% e entre 10 e 20 são outros 6%. Em relação ao entendimento da lei de causa e efeito, para mais da metade, 56,1% sofre-se exatamente aquilo que se fez alguém sofrer. E o interesse maior entre as atividades do centro espírita aparecem as palestras com 35,6%.

Bem, só aí já se tem muitos motivos para boas e profundas reflexões, especialmente dirigentes de centros e federativas. 

Nossos cumprimentos ao excelente trabalho desenvolvido e agora apresentado por Ivan Franzolim. Sem qualquer dúvida, é uma preciosa colaboração que faz ao Movimento Espírita, servindo, quem sabe, para que este entenda melhor o meio em que atua, quais os principais problemas e se busque soluções para sua melhoria.

O endereço do blog é http://franzolim.blogspot.com.br e o direcionamento direto para os dados completos da pesquisa está em https://drive.google.com/file/d/0B0DzCG-idg5aaVFWTXdZcVh5azg/view. 

Receba em casa a versão impressa do jornal Comunica Ação Espírita

Assine agora mesmo

ADE-PR © 2018 / Desenvolvido por Leandro Corso