ADE-PR: Associação de Divulgadores do Espiritismo do Paraná

Especial

Marca de nascença no menino Ian é evidência a favor da reencarnação. Assista o vídeo clicando aqui.

Jornal Comunica Ação Espírita | 137ª edição | 12 de 1969.

Autorretrato

 

Pluralidade dos mundos habitados; o programa

radiofônico extinto depois de 18 anos; técnicas

 de jornalismo; o Espiritismo e a imprensa leiga;

e a ADE-PR na 1ª Bienal do Livro de Curitiba.

 

Do que foi publicado na edição nº 75 deste jornal, no bimestre setembro-outubro de 2009, o que sobreviveu, além do valor histórico? É o que vamos ver agora.

Na capa os três principais destaques da edição: a conclusão da série “Pilares do Conhecimento Espírita” com o princípio básico da Pluralidade dos Mundos Habitados; a notícia da cidade de Campinas sediando o 6º Simpósio Paulista de Comunicação Social Espírita e a participação da ADE-PR na 1ª Bienal do Livro de Curitiba, na Universidade Positivo.

Saltemos para a página 5 e, ainda assim, à notícia menor ali contida, sobre a extinção do programa radiofônico “Espiritismo em Palavras Simples”. Criado por Antonio Greca e responsabilidade de apresentação das Uniões Regionais Espíritas Metropolitanas que se revezavam a cada domingo, o programa ficou no ar por 18 anos. 

A última veiculação foi no dia 30 de agosto de 2009. O programa era sempre apresentado ao vivo, inicialmente no período vespertino e depois pela manhã. 

A ADE-PR ajudava a compor a equipe da URE-Leste desde 2001, sendo que ao todo foram 88 programas com participações principalmente de Wilson Czerski, Robson Balaguer e Gilberto Tomasi.

Agora as páginas centrais, 5 e 6, e a pluralidade dos mundos habitados. Em dez anos muito se avançou em termos de pesquisas cosmológicas, mas é daquela época uma frase preferida desse editor, dita pelo professor Renato Las Casas da Universidade Federal de Minas Gerais: Em termos de vida extraterrestre, mal estamos esticando o pescoço por sobre o muro do quintal do vizinho.

Naturalmente, a abordagem incluiu citações da literatura espírita que tratam do assunto como “A Gênese”, capítulo 6, itens 47 e 61, por exemplo; “OLE”, questões 55 a 58 e o “Evangelho Segundo o Espiritismo”, cap. III, com as múltiplas moradas na Casa do Pai.

Mencionou-se a “Revista Espírita”, março de 1858 e obras mediúnicas como “Cartas de uma Morta”, de Maria João de Deus, e “Novas Mensagens” de Humberto de Campos. Mas também o alerta de Herculano Pires recordando em “Ciência Espírita” que o próprio Codificador, em relação às informações obtidas via mediúnica sobre esse assunto, deixou claro que “Só ao futuro cabe confirmá-las ou não”.

Depois a matéria fez diversas referências científicas como os registros da nave Galileu que em sobrevoo sobre a Terra em dezembro de 1990 não conseguiu detectar vida por aqui. E também depoimentos de cientistas sobre as expectativas deles para o futuro quanto à possibilidade de ratificar este que é o quinto e último princípio básico da Doutrina Espírita.

Na seção “Divulgar com Eficiência”, à página 8, publicamos a terceira parte do tópico “Jornalismo Espírita”. ‘Tipos de textos jornalísticos’ foi o primeiro subitem examinado que pode ser do tipo Informativo (notícia, entrevista), interpretativo (reportagens, análises, pesquisas), opinativo (editorial, artigo, coluna assinada) e de entretenimento (charadas, palavras-cruzadas).

Nas Orientações de Redação, explicamos sobre o título, subtítulo, intertítulos, legenda, olho, boxe. Também o uso do negrito, itálico, caixa alta, sublinhado, o não abuso de abreviaturas, uso da primeira pessoa, voz ativa e passiva. Completamos falando das transcrições e as cacofonias.

Marcelo Henrique Pereira assinou o artigo da página 9 “Tem a Imprensa Leiga compromisso com a Verdade Espírita”? Quase no final ele responde objetivamente: Não. No máximo, no caso de profissionais competentes, interessados e bem informados, o compromisso... é produzir matérias, programas, reportagens como o máximo de isenção...”.

Na página 12, as notícias relacionadas à realização da 1ª Bienal do Livro de Curitiba da qual a ADE-PR foi convidada a participar. O evento teve por local a Expo Unimed, na Universidade Positivo, nos dias 27 de agosto a 04 de setembro.

Para viabilizar a nossa participação recorremos a uma parceria com a Distribuidora e Livraria Ponto de Luz, hoje já inexistente, e as editoras espíritas que bancaram a quase totalidade dos custos da locação da estante.

Dez voluntários divididos em equipes de dois ou três por turno atenderam os interessados oferecendo cerca de 250 títulos, além de exemplares deste jornal mensagens volantes e marca-páginas, mas o resultado financeiro foi bastante discreto.

Receba em casa a versão impressa do jornal Comunica Ação Espírita

Assine agora mesmo

ADE-PR © 2020 / Desenvolvido por Leandro Corso