ADE-PR: Associação de Divulgadores do Espiritismo do Paraná

Especial

Marca de nascença no menino Ian é evidência a favor da reencarnação. Assista o vídeo clicando aqui.

Jornal Comunica Ação Espírita | 124ª edição | 11 de 2017.

Liberdade e libertação

Modo geral, todos nós almejamos ter liberdade. Liberdade ampla, para fazer ou deixar de fazer muitas coisas, dar vazão às nossas vontades, exercer o nosso livre-arbítrio, às vezes quebrar regras, burlar leis. Os presidiários sonham com a simples liberdade de poder ir e vir. Muitos desejam se libertar do sofrimento, de medos, traumas, culpas, libertar-se do passado, do casamento, de compromissos.

Mas fechando um pouco o nosso círculo de análise, vamos nos concentrar em liberdade espiritual. Mais que o simples desejo de liberdade, examinemos a libertação, os processos pelos quais sejamos capazes de desatar as amarras que atrapalham não só a nossa felicidade do presente, como também a caminhada evolutiva como espírito imortal. O que temos que fazer, afinal, para nos livrar dos pesos das heranças menos felizes trazidas de vidas passadas e da nossa condição geral de almas ainda bastante ignorantes e imperfeitas?

E constataremos que para nos libertar das pressões externas, é preciso, acima de tudo, aprender na arte de bem viver, que temos que nos libertar dos entulhos de emoções, sentimentos e pensamentos negativos que cultivamos dentro de nós, permitindo um agir no mundo mais consciente, inteligente, racional que conduza a atos alinhados com a vontade de Deus, conjunto de ações e vivências essas, condutoras para a felicidade íntima plena.

Temos que nos libertar de um passado não necessariamente de erros, mas do nosso primitivismo animal, da inferioridade moral e ignorância intelectual e dos nossos vícios físicos e psicológicos e deficiências morais.

Os Instrutores Espirituais nos dizem que o sofrimento é inerente à imperfeição. Quanto mais longe da pureza espiritual, quanto mais defeitos de caráter possuirmos, mais sofremos porque a ignorância e a maldade nos faz cometer erros os quais precisam ser resgatados pela lei de causa e efeito.

Receba em casa a versão impressa do jornal Comunica Ação Espírita

Assine agora mesmo

ADE-PR © 2018 / Desenvolvido por Leandro Corso