ADE-PR: Associação de Divulgadores do Espiritismo do Paraná

Especial

Marca de nascença no menino Ian é evidência a favor da reencarnação. Assista o vídeo clicando aqui.

Jornal Comunica Ação Espírita | 107ª edição | 01 de 2015.

Reciclar é preciso

“A única certeza da vida é a mudança”, afirmou alguém. Para John Kennedy, o presidente norte-americano assassinado em 1963, “A mudança é a lei da vida. E aqueles que apenas olham para o passado ou para o presente irão com certeza perder o futuro”. Na filosofia oriental, principalmente no Budismo e no Taoísmo, a mudança constante ou a impermanência das coisas, é princípio fundamental.

Allan Kardec afirmou que o Espiritismo “não havia dito a última palavra” (Obras Póstumas, Constituição do Espiritismo) e jamais se tornaria obsoleto porque buscaria sempre a atualização (A Gênese, cap. I), acompanhando os conhecimentos científicos – hoje diríamos também tecnológicos, sociais e culturais.

Depois de estrear duas novas seções (Traços Biográficos e Perguntas & Respostas) na edição n° 103, no bimestre maio-junho do ano passado, agora, na primeira edição de 2015, trazemos outra novidade: a coluna Lentes Especiais.

É por ela que o nosso leitor tomará conhecimento de fatos, muitas vezes até singelos, apresentando alguma curiosidade, uma nota de interesse, mas examinados pelas lentes invisíveis da ótica espírita. Na verdade, tal como uma das anteriores que segue a mesma fórmula utilizada nos quadro O Espiritismo Responde do programa de Tv “Diálogo Espírita”, Lentes Especiais é inspirada em outro quadro da mídia eletrônica, As Razões dos Fatos.

Da mesma forma, uma seção mais antiga do jornal, Livros que eu recomendo, também se estabeleceu na Tv, no caso, Presença Literária. Desta forma, dentro da ADE-PR, jornal e Tv, até certo ponto, se complementam e se reforçam.

Nesta edição, Lentes Especiais comenta sobre dois episódios envolvendo, um deles, um juiz sergipano que deu verdadeira aula sobre os valores da escola e do professor e educação moral e, no segundo, questiona expressões como “acaso” e “sorte”, por exemplo, empregados por um ex-ministro da economia, ao se referir ao seu destino pessoal.

Desejamos a todos nossos Leitores um excelente 2015 e que o Comunica Ação Espírita adentre seus lares, circule entre os membros da família e talvez passe a outras mãos, num coletivo, numa sala de espera de dentista ou num presídio, levando um pouco de conforto, conhecimento e esperança.

Receba em casa a versão impressa do jornal Comunica Ação Espírita

Assine agora mesmo

ADE-PR © 2021 / Desenvolvido por Leandro Corso