ADE-PR: Associação de Divulgadores do Espiritismo do Paraná

Especial

Marca de nascença no menino Ian é evidência a favor da reencarnação. Assista o vídeo clicando aqui.

Jornal Comunica Ação Espírita | 107ª edição | 01 de 2015.

Livros que eu recomendo

Por Wilson Czerski

Sonhos, viagens à alma é de autoria de Eurípides Kühl, edição da Butterfly, em 2001 e está distribuído em 13 capítulos além da Introdução e da Conclusão. No primeiro deles aborda aspectos gerais sobre o sono, entre os quais, sua necessidade, cronobiologia e distúrbios, como a respiração ruidosa, o bruxismo, sonambulismo e soniloquia.

Depois de se ocupar no capítulo seguinte com aspectos mais gerais do mundo material e das diversas gradações das regiões espirituais, volta a tratar especificamente sobre o tema da obra, o sono e os sonhos, primeiro ao reafirmar que o sono é um treino para a morte. Depois, oferece como uma das causas espirituais da insônia a própria ação inconsciente do indivíduo que provoca o bloqueio do sono para evitar o assédio de espíritos obsessores durante o desprendimento.

Ao discorrer sobre sonambulismo, cita Gabriel Dellane no livro “A evolução anímica” que, por sua vez, menciona o pesquisador Paul Gibier e uma experiência em que três indivíduos, quando em estado normal eram, um cego, outro mudo e o terceiro paralítico. Porém, ao serem submetidos a um processo hipnótico, enxergava até no escuro, ouvia e saltitava, respectivamente.

No capítulo 5, narra sobre “a influência dos sonhos nas religiões” monoteístas, Cristianismo, Islamismo e Judaísmo. Lá estão as visões oníricas de José, Gideão, Nabucodonosor II, no Velho Testamento; outro José, esposo de Maria, mãe de Jesus e os de Maomé. E no capítulo seguinte os sonhos de figuras famosas como o escritor norte-americano Mark Twain (1835-1910), do filósofo alemão Arthur Schopenhauer (1788-1860), do poeta inglês William Yeats (1865-1939), do presidente americano Abraham Lincoln (1809-1865) que sonhou com o próprio velório.

O também escritor inglês Charles Dickens (1812-1870) conheceu em sonho uma pessoa que lhe seria apresentada somente na noite seguinte. Da lista não escapam personagens como Homero ao escrever a Ilíada, o violonista Giusepe Tartini (1692-1770), Voltaire (1694-1778), Mozart, o escritor Bernard Shaw, o físico Niels Bohr (1885-1962), o brasileiro João Guimarães Rosa.

Freud e seus estudos sobre os sonhos estão nos capítulos 7 e 8. E, ainda, neste último, Jung, ele próprio “um sonhador” e portador de certos tipos de mediunidade, empenhou-se em decifrar os enigmas dos sonhos e outros fenômenos congêneres. “Alucinações visuais e auditivas”, “aparições”, “intromissão dos espíritos”, “escrita automática”, “viagens clarividentes” é assim que ele os denominava.

Utilizando-se dos estudos de Einstein sobre a Teoria da Relatividade na qual se inserem os conceitos de tempo-espaço e as distorções dos mesmos pela ação gravitacional de um buraco negro, aventa a possibilidade de explicação dos sonhos por esta via ao permitir a viagem da consciência tanto para o passado como para o futuro.

Sonhos premonitórios sobre grandes catástrofes estão presentes no capítulo 11, como, por exemplo, a do Titanic e de uma escola soterrada na Inglaterra, em 1960. A instituição de ensino, bem como muitas outras edificações, foram cobertas por entulhos após um deslocamento de terra ocasionado por fortes chuvas e 144 pessoas perderam a vida. Uma menina sonhara na véspera com a destruição da escola, mas ao todo, outras 60 pessoas tiveram premonição a respeito da tragédia, metade delas, através de sonhos. Quanto ao Titanic, apurou-se pelo menos 19 previsões comprovadas sobre o naufrágio, entre sonhos, transes, visões e vozes.

(...) o sono é um portal por onde adentramos no outro lado da vida, viagem espiritual da qual guardamos, na maior parte das vezes, apenas vaga lembrança por intermédio dos sonhos. A afirmação transformada em um convite à leitura da obra em referência, consta da contracapa da mesma a qual merece um lugar na biblioteca de todos os espíritas.

Receba em casa a versão impressa do jornal Comunica Ação Espírita

Assine agora mesmo

ADE-PR © 2021 / Desenvolvido por Leandro Corso